18.7.11



Mentiroso

Não,eu não gosto mais de você, na verdade eu nunca gostei. Não gostei de você quando vi você pela primeira vez, nem gostei quando vi pela ùlltima vez. E hoje ainda, continuo não gostando.

Lembrarei pra sempre do seu nome completo, dos seus olhos castanhos muito claros, dos seus cílios longos, das suas unhas curtas pintadas de vermelho, do dia do seu aniversário, sei todos os números do seu telefone e tantas coisas que não mais deveria saber de cor. Mas estas coisas serão apenas alguns detalhes que me farão lembrar de você. Não tem a menor importância e nem sei porque lembro.

Sempre lembrarei de você quando ouvir alguém chamar um nome igual ao seu, sempre lembrarei de você quando chegar o dia do seu aniversario, não porque exista algum sentimento, que na verdade nunca existiu, mas só porque não consigo deixar de associar estas coisas a você..

Algumas vezes darei um sorriso parvo ao ver uma foto sua, me calarei ao ouvir uma determinada música e muito provavelmente fecharei os olhos ao lembrar de uma cena, de um lugar, de um sabor que me venha ao lábios.

Mas nunca me perguntarei se cheguei a te amar.Por isso, não diga que me ama, cala essa palavra terrível e nem a espere de mim. Não a direi. Não.Nunca a direi.

E se algum dia sentir que me ama, foge de mim, corre para longe, apaixona-se por outro, mas não sofra por mim, nem me faça sofrer também por você...

Eu não te amo..Não...

7 comentários:

Gi B.H. disse...

Lindo lindo lindo!
Me sinto assim às vezes por desconhecidos, e nem sei esses detalhes pequenos sobre eles!

Maíra da Fonseca Ramos disse...

Nossa, tão profundo... E tamanho desamor chega a ser AMOR, com letras maiúsculas mesmo! Adorei!

Millena Blogueira disse...

Uma mistura de amor e desamor.
Perfeito.
Primeira vez no seu blog e gostei.

LuksManson disse...

Quem fez esse texto brigo com o namorado(a). rsrrs


http://metalloud.blogspot.com/

Alê Crol disse...

Oie...
Adorei esse texto!
Sempre bom estar aqui.
Feliz dia dos amigos!
Bjs

Oksana disse...

Excelente! Admiro sua capacidade de criar personagens tão reais! :)

Rejane disse...

...sem comentário!
mas, muito lindo, profundo e verdadeiro!