5.10.10



Meu Mundo Não É Mais O Mesmo...E O Seu ?

- Meu mundo não é mais o mesmo...
- Por que ?
- Eu ando, trabalho, almoço alface e beterraba, olho pela janela, mas meu mundo mudou...
- Em que sentido ?
- A melancolia e tristeza, eu não tinha isso...
- Como foi isso ?
- Eu sempre olhei muito longe um arco-íris e achava que sim, que havia um pote de ouro...
- Jura que você acreditava ?
- Uma metáfora, claro...Eu acreditava, viajei mundos, transformei minha vida e vim parar neste lugar...
- Veio porque quis ?
- Claro ! Porque quis, movido pelo "pote-de-ouro"...E de repente era pedra...E descobrir que era pedra me magoou profundamente...
- Pedra ?
- Uma metáfora, claro...Eu vi, diante dos meus olhos, a insensibilidade, e não há coisa pior que a insensibilidade
- Quais foram "as insensibilidades" ?
- Foi "a insensibilidade"....Indiferença.
- Sabe aquela música que diz "people are stranger, people are deranged" ?
- Desculpe, meu inglês não é bom...rs
- "Pessoas são estranhas, pessoas são transtornadas"
- Ahh ta.
- Acho que tem algumas pessoas que fingem gostar de você e você acaba acreditando nisso...Quer dizer algumas pessoas tem a capacidade de amar, outras não...Mas deixa pra lá...Às vezes falo coisas sem sentido.
- E você acha que as coisas que vive são em vão ?
- Nada é em vão...Aprende-se coisas com as pessoas.
- E você acha que o que você sente tem alguma importância pro "pote-de-ouro que virou pedra" ?
- Não. Vou morrer com o tempo e ele seguirá sendo "pedra".

10 comentários:

Anne disse...

Não deixa de ser triste o fato de q pedra, apesar de poder mudar, demora a perceber q seria melhor ser outra coisa. Qto a tristeza, acho q ela sempre aparece uns tempos, é inevitável, por mais q sejamos positivos. Otimismo nao sobrevive sem alguns dias em "tratamento".

Espero q passe logo a tempestade!
Bjos

Cris disse...

Que bom ter escrito isso... embora seja triste, reflete realidades. Sei que nem sempre é possível ser otimista, mas ainda é melhor pensar que tropeçar na pedra também nos joga à frente.

Sucesso!

ventania disse...

A insensibilidade é uma das piores barreiras com as quais nos deparamos.
Mas ocasionalmente, uma cabeça dura o suficiente pode quebrar uma pedra e descobrir algo lá dentro. Quem sabe até outra pedra(preciosa ou não). Mas pode valer a pena saber que somos capazes.

(pra variar, me identifiquei altamente. traduz um pouco do que eu tenho sentido, especialmente por sempre ter morado em São Paulo, com essa galera maluca e distante)

;*

Felipe disse...

A parte triste foi o almoçar "alface e beterraba". Haha'
Brincadeira!

Adoro esses diálogos blues. Mas acredito que ninguém vira pedra assim, de repente.Talvez as pessoas sejam pedras folhadas a ouro, e o vento vem, a chuva... e só resta a pedra!

Carol disse...

Nem sempre o que resta é a melhor parte das coisas. No trajeto pro pote de ouro, há que se observar o caminho. rs

:*

ventania disse...

fico toda sem jeito com elogios pessoais. se quiser divulgar no twitter, fique à vontade. Fico lisonjeada com o fato de você querer compartilhar meus 'impulsos criativos' pra . Caso queira estabelecer contato via twitter, o meu é @gibomentre.

;*

Bill Falcão disse...

O mundo vive mudando. E isso quase sempre é encrenca.
Bjoo!!

Kamilla Barcelos disse...

Seu texto é puramente metáfora. Apesar da melancolia do diálogo, é um texto muito bonito.

D.D. disse...

Aprender coisas com as pessoas implica num auto-conhecimento enorme! Aí está seu pte de ouro (creio eu).

D.D. disse...

"O caminho que você escolheu exige muito auto-conhecimento, que você sabe; É uma coisa que se aprende todos os dias." (Meu Pai)

D.D.