14.11.08



De Você...

Eu gosto muito quando as nossas risadas se juntam
Gosto de imaginar o som do seu riso
Eu gosto muito quando nossos olhares se beijam
Ouço a música dos seus passos,
O seu cantarolar acompanhando a canção no rádio
Gosto muito e lembro-me sempre
Das vezes que nossos olhos se encontraram e se fixaram
Gosto e nunca vou esquecer
A maneira que você faz algumas coisas...
Como segura um cigarro, se senta á mesa, da sua risada...
Você é ao mesmo tempo desapercebido e engraçado...
Gosto de sentir saudades de você
E de saber que você estará lá
Gosto de seus modos, de lembrar
Gosto de devanear com nossas histórias
Gosto de esperar sua presença
Gosto de esperar seu contato
Gosto de ouvir a sua voz mesmo quando não há voz,
O silêncio também eu gosto...
Gosto de saber que me quer bem
Gosto de saber que não importa
Nada importa e você sorrirá
Depois de tudo sorrirá....
Gosto de acreditar...
Gosto de achar que nada poderá apagar essa história...
(Dedicado à Thiago Mello...)

22 comentários:

isa disse...

Lindo! ^^

Márcia(clarinha) disse...

Então acredite e pronto!

Delícia tanto querer.

lindo dia Aninhamadinha
beijos

Fersi disse...

Que lindo Ana!
Eu quero sentir isso de novo na hora certa.

Realmente, pessoas complexas sofrem mais. hehe
Obrigada pelo carinho.

Abraço!

Fê_Notável disse...

Amei o poema!!!!
Muito lindo!!!

Deixei um presente pra vc no meu blog!!!
Beijos

Line disse...

eu gosto de quando você olha pra cima como ar de deboche, gosto do seu sorriso forçado, gosto dos seus 'erres' puxados, gosto de quando você gosta de mim, gosto das lembranças, gosto dos planos futuros (...)

aaah como eu gosto...
=*

Pavón disse...

É... quando gostamos parece que a nossa cena demora para passar, e cada momento vira unico... e tenha certeza, essa história nunca poderá ser apagada independente dos rumos que ela siga...

Beijos

Mila disse...

Tem historias que realmente nada apaga... nada...
Beijos Mila

Mônica disse...

avisa ao Thi pra ele sair das nuvens, ok?

beijos meus procês

* ontem lembrei da tua mãe..adivinha por quê??? rs...

O Último Romance disse...

Lindo poema!! Adoreii!!

Abraços,

Bruna

Ingrith disse...

E nada vai apagar...

ANDREA MENTOR disse...

Ana querida, a vida é feita de história. Nada nem ninguem apaga nada, nem ninguém... Beijo grande

Li disse...

Fazia um bom tempo que eu não passava por aqui... deletei meu Blog por mil e um motivos, mas abri outro. Que bom que está de volta.
Beijo grande moça...
Li

Anônimo disse...

Ando uma amiga-bloqueira condenada!!!!
Tenho me afastado de tanta coisa, que já não sei o que me segura mais!
Dsculpa a ausência, mocinha!!!!
Quando estiver no msn, fala comigo! Será um prazer te ajudar!!!!!
Como estão as coisas por aí?
Espero que bem :)

beijossssssssssss

Anônimo disse...

Ah... :)

Ass: Lis
:*

Fecer disse...

"Gosto de ouvir a sua voz mesmo quando não há voz"

Hahaha! E não é um máximo conhecer alguém a ponto de conseguir ver um letreiro nos olhos da pessoa? hahaha

Ah! Então o Thiago é seu namorado! Eu sou namorado da "Ventania", que também está na minha lista de favoritos.

Beijo

MissTop disse...

quero querer ele por perto sempre.
tão bom estar afim de alguem.
bj

Isaque Criscuolo disse...

Sublime!!! Ahhh e Parabéns pelo prêmio!

ventania disse...

Nossa, que lindo!
É realmente muito gostoso acreditar que o amor vai sempre estar lá, e que a história vai sobreviver ao tempo.

;*

Pequena Poetiza disse...

e eu gosto da maneira como expressa o que gosta.

adorei teus escritos

beijos

Thiago disse...

que coisa mais linda Ana! Eu acredito e vivo isso :)

ventania disse...

Eu VIVO engolindo letras, e mesmo revisando o texto, acabo nem reparando... sou um tanto distraída.]
Obrigada pelos elogios que fez ao meu texto, me senti honrada, porque você tambéme escreve MUITO bem.

;*

Anne disse...

Que lindo isso, Aninha. Ler essas coisas tão doces me deixa até meio boba...rs. Lindas palavras, mais lindo ainda esse sentimento. Apagar nunca apaga, mesmo quando o tempo leva tudo, as lembranças e momentos duram eternamente. Espero que ele fique por perto até vc virar uma velha chata e sem dentes...hahaha (que visão, heim?)

Saudade de ti, desculpa a ausência. Ando mto preguiçosa e sem tempo, combinação péssima!

Bjos, lindona!