9.4.06

Um Dia De Adeus...

Nada havia a fazer. Haviam sido vencidos pelas pequenas dificuldades da vida. Pela falta de sonhos. Pela desistência ao amor. Pela impossibilidade . Todos os planos amorosos, as juras de paixão, a intensidade do encontro inicial, haviam sido sombreados por algo mais forte: o vazio da distância, a realidade cotidiana, a demora em concretizar, a impaciência. Ela sempre tinha força pra superar, mas ele, afetuoso, carente e impulsivo, havia preferido abrir mão daquele tipo doloroso de amor, onde a distância o fazia sofrer.

A tarde, como convinha a melancolia daquele daquele momento, perdia as cores e era de um cinza nublado. Ele segurou suas mãos, olhou para aquele rosto que tantas vezes vira sorrir daquela forma que tanto o encantava, aquele sorriso de dentinhos tortos e lábios rosados, onde agora so via imensa tristeza...Afastou uma mecha do cabelo castanho, tocou de leve sua face com as pontas dos dedos, sorriu triste e lhe disse adeus com os olhos... Ela compreendeu ..Ele cruzou a porta, fechou-a bem devagar, como pra prolongar a despedida, sem coragem de partir , sabendo que pra trás ficaria todo seu sonho, sua vida, seu coração, seu amor...Sentiu-se vazio, desesperado...Podia a ver parada, com as mãos no colo, entorpecida, com as lagrimas grossas e o choro baixinho , pra dentro de si , que era o jeito que ela tinha de sofrer...

Ele andava pela calçada, não via quem passava, não sabia por onde ir, uma angústia crescendo...Seus olhos ardiam, seu coração descompassado...Na sua frente só a imagem dela...Os dias, a chuva, os sorrisos, as promessas, uma vida juntos..E agora...Não cogitava os dias sem essa esperança, não se via sozinho sem ela...As lágrimas agora eram imensas, a dor, o vazio, a repentina solidão da ausência daquela moça engraçada e complicada que sabia amar...Os passos o distanciavam dessa vida que ele queria pra si...E que só podia ser com ela...

Refez o caminho, como um louco, correndo por entre a multidão, a mochila aberta, perdeu o livro de sonetos que ela havia lhe dado, deixou as folhas de rascunho de poesias dedicados a ela voarem com o vento...Corria, corria, corria...Pulou o portão, abriu a porta depressa, temendo ver a sala vazia, sem móveis....Mas nem meia hora havia se passado...E la estava ela do mesmo jeito, sentada, triste, com as lagrimas a caírem no colo...Quando o viu, abriu o sorriso que lhe iluminava os dias, e ele a abraçou, e teve a certeza que nunca conseguiria despedir-se , nem por um dia...Estariam longe e ainda assim estariam perto...Porque ele havia tido a certeza, naquele dia de adeus, que a dor de uma separação pra sempre seria insuportavelmente pior que as despedidas breves , que sempre continham a esperança de revê-la...

39 comentários:

Mônica disse...

eu li...e estou sem saber o q dizer...vc sabe o porquê....

beijos, queridona....

Ana D disse...

Beijos..acho q sei...mais beijos e afeto pra tu...todo afeto q vc necessitar ta por perto ok ? rs...

Silva disse...

nem melembro de dias coloridos ...
como são ???

e sobre a historia em capitulos
é pra manter o suspense e também
pra capturar atenção ...

SemNomeAinda Blog
http://semnomeainda.blogspot.com

Ouvinte disse...

Não existe dor maior que a dor de uma despedida para sempre, principalmente quando existe amor.

E quando este está presente, não há hipotese, quem ama volta sempre ... e com o medo de não ser aceite ... neste caso teve sorte.

A outros não acontece o mesmo.
;)

Ouvinte disse...

As despedidas breves são dolorosas para qualquer pessoa que ama, mas a hipotese de separação eterna, leva-nos a um estado de loucura que nos faz voltar ... sempre.

O amor é mesmo assim ...

Excelente texto.

;)

Ouvinte disse...

As despedidas breves são dolorosas para qualquer pessoa que ama, mas a hipotese de separação eterna, leva-nos a um estado de loucura que nos faz voltar ... sempre.

O amor é mesmo assim ...

Excelente texto.

;)

Ouvinte disse...

As despedidas breves são dolorosas para qualquer pessoa que ama, mas a hipotese de separação eterna, leva-nos a um estado de loucura que nos faz voltar ... sempre.

O amor é mesmo assim ...

Excelente texto.

;)

izy disse...

Querida Ana D,nos reencontrando(que bom!)Belo texto.Só digo isso:Meu deus!como amar é dificil!Um abraço saudosos,querida.Izy

Jôka P. disse...

And I will always love yoooou !!!!

:D
bjs!

Marcela disse...

Ana,

Meu carinho pra você e post novo...

p.s.: Vir aqui me inspira...

:)

Anônimo disse...

As reticênicas foram digeríveis desta vez, rss. Exceto a imagem do livro de sonetos e dos rascunhos de poesia, que achei muito batida, seus textos têm sempre um quê de encanto, de estarem grudados aos personagens. Intimistas, eu diria. Seja como for, independentemente das críticas que faço, gosto deles. Um grande abraço, lady writer.

Ana D disse...

Silva, dias coloridos são aqueles em q estamos otimistas e felizes rsrs...mas dias cinzas podem ser comtemplativos e de reflexão...Historia em capitulos é uma bao estrategia rs..

Ana D disse...

Ouvinte seus comenatrio se multiplicam rsrs e eu gosto rs...obrigada por ler com atenção :0 abraço

Ana D disse...

Izy querida não ha a menor possibilidade de eu NÂO te reencontrar de tempos em tempo rsrs...Amigos são assim:) beijo

Ana D disse...

Jõka andou vendo "Guarda Costas" ?? Imaginei a WH ao fundo rsrs...abraço louro ;)

Ana D disse...

Marcela se se inspirou, ESCREVE !!!!!!!!!!!!!!!! estou em crise de abstinecia do "Verbo Amar" rsrsrs..beijos fofa :)

Ana D disse...

Anonymus ?! rsrs...Bom, diria q chorar de amor é batido, escrever sobre amor é batido, usar imagens repetidas para falar de amor é batido...F Pessoa, Clarice Lispector, Florbela Espanca, Charlie Brown Jr., Zeca Pagodinho, Claudinho e Buchecha, vc, eu o outro todos ja escreveram, sofreram e sentiram esse sentimento universal e "batido" da mesma forma...rsrs ...As reticencias são incontrolaveis para mim..rs... As criticas são bem vindas se feitas de forma educada e fundamentada como as suas...Quanto aos meus textos semrem intimistas, sendo eu mesma bastante AUTO-CRITICA, diria que eles são na grande maioria meio "mexicanos" hahahahha...Sou meio chegada á um drama...Mas de qq forma agradeço e fico lisonjeada q goste de meus textos, visto q tem uma visão clara deles e por certo o elogio é sincero :) Abraço

Dona Gérbera disse...

Só pra não perder o costume e a oportunidade, Vinícius diria, talvez, sobre este post: "... é melhor se sofrer junto que viver feliz sozinho...". Mais uma daquelas estórias de amor tão comuns e ao mesmo tempo tão singulares que você sabe contar como ninguém. Beijo, queridíssima!!!

Paula disse...

Bom ele ter voltado.Há coisas impagáveis na vida.Um amor é uma delas.Aliás,O AMOR.AQUELE MESMO...

l. rafael nolli disse...

O nome do seu blog é muito interessante, me chamou a atenção! Gosteui pacas dos textos! Abraços!

Ela disse...

Ai ruiva...q delicia de texto..sabe q até vi ele na correria com tudo voando atrás??? rs
um bjaum pra vc...t amo!!!

Bridget Jones disse...

me deixou c/ lagrimas, viu? imaginei a cena sendo a despedida do meu proximo, e talvez, ultimo encontro... quem sabe? tomara q tenha o mesmo fim do teu texto!
Queria tanto conversar c/ vc... te ligo na semana q vem, viu?
Bj grande.

Soph disse...

;) Lindoooooooooooooooo!!!!

Deixo-te um beijinho e desejo-te uma Santa e Feliz Páscoa... cheia de ovos de chocolate!!!

;)

Thi disse...

"crise de abstinecia do "Verbo Amar""?!? Tá.......

"And I will always love yoooou !!!!"?!?!? Tá....

Tô chocado....

Ana D disse...

Irma querida vc tem a imaginação fertil, fantasiosa e talentosa para imaginar e escrever :) beijosssssssss

Ana D disse...

Briiiiiiiiii por q ficou tão comovida ? rsrsrs..Hun....ME LIGA SIM !!!!! E ai a gente conevrsa...beijos e saudade de tu muleca :D

Márcia(clarinha) disse...

Sem duvida,as despedidas doem, mas se a sabemos breve um analgésico como um telefonema ou cartinha, faz passar a dor e estimula a vontade do abraço apertado no próximo encontro.
Lindo tudo isso minha querida Aninha, sumidinha heim?rss
Feliz Páscoa procês!!!
Meu carinho pra sua mãe.
beijossssssssssssssss

Silva disse...

sou sim ... tanto distraido quanto lerdo ...
e a karina deve estar imersa em uma montanha de livros ...

SemNomeAinda Blog
http://semnomeainda.blogspot.com

J Lívio disse...

Despedidas sao "arrancamentos" de partes da gente...nao eh apenas dor de coracao, eh do na carne mesmo. Bonitamente triste a estoria!

Feliz pascoa!

Jôka P. disse...

Não digo adeus, digo...
FELIZ PÁSCOA, Ana !!!
Muitos beijos e chocolate crocante !!!
:D
JÔKA P.

Carolzinha disse...

Seus posts causam emoções como: "meudeusdocéu! Comassim?"
Mas são tão absurdamente lindos que viciam.
Beijoca e boooom feriado por aí!
:]

reflexoes depois disse...

SUSPIRO....
SUSPIRO;...
SUSPIRO...
BELA ESCRITA, BELO POST... UM ABRAÇÃO

Ana D disse...

Livio eu gostei da expressão forte ...Abraço..

Ana D disse...

JÕka ,doces e confetes de choco coloridos pra tua vida :)

Ana D disse...

Rol obrigada por "viciar" rsrs Num vai te fazer mal, talvez apenas enjoar qq dia rsrs...Beijos e otimo Finde prolongado ;)

Ana D disse...

Refle bem vindo..E um grand eabraço..Fui lá e cai em reflexão MESMO rsrs..La tambem é muito bom ;) e me arrancou uns supsiros tambem rs

Thi disse...

Cada dia que entro aqui fico indgnado com alguma coisa (com alguém).... mas xaprala...
Adorei sua parte do texto... realmente não imaginaria que você escreveria a "sua parte", achei apenas que iria "corrigir" o meu texto...
Amei... assim como amo você..
Beijos, beijos, saudades....

Anônimo disse...

What a great site Asssa baseball Club dance phoenix arizona search engine optimization Laser hair removal asheville nc Adult dosage of percocet 1950's dance crazes Quote life assurance best deal insurance medieval and renaissance dance Lesbian free video tour Barcode scanners dh dance miami florida extra large cock ring Wisconsin badgers rose bowl 2000 internet access Seo forum nepal bear dance golf course colorado Scooby doo area rugs Steve manning basketball 2004-2005 charlotte bobcats dance team buy viagra online

Anônimo disse...

Cool blog, interesting information... Keep it UP Bel radar detector uk free speedtrap Webgel ringtones Spyware and trogan explained Pressure washers instructions provigil shoot Where to buy boost mobile phone Asthma cough treatments Liposuction ontario canada New york city tumescent liposuction cellphone surveilance on pc Beachcomber hot tubs toronto http://www.wireless-phone-family-plans.info/Cell-cingular-ericsson-phone-sony.html best buy mobile phone Cancer information medical product research