26.9.07


Variações Sobre O Mesmo Tema...

I
Uma viagem, e a viagem sempre nos leva a supor. Sobre ela uma nuvem. Na cabeça os diálogos travados em noites insones. Delírios. Para na estação e na estação lhe esperava seu afeto. Num longo silêncio ouviu tudo que precisava. Algumas visões de seu desejo mais interior. Cheiro de limão no ar...O perfume...Tentou, não podia abraçá-lo. Acordou...Seu corpo desfeito na cama largada. Seu espírito ainda vagando na estação do afeto. No ouvido ecoava a frase que leu em sua mente: “Escoei minha angústia em torrentes e agora te seguirei sem dúvidas. E quanto à você ?”

II
Eu gosto de filmes sem finais felizes
Gosto do Jim Morrison
Gosto de dias cinzas, de chuvisco e tempestades
Gosto da umidade do dia e da umidade da sua boca quando encosta na minha
Eu gosto de você, gosto dos nossos exageros, e as vezes nos sinto idiotas.
Eu gosto da sua jaqueta de couro de gola puída
Eu queria jogar todos os seus cigarros na privada e dar descarga
Queria abraçar você te apertando pelo pescoço
Queria me indignar com a lama de Brasília e poder discutir isso com você
Queria te ouvir dizer “eu já sabia”.
Eu queria que você me achasse sexy como a Betty Boop
E eu te faria uma salada saudável de legumes coloridos
Pra você se alimentar bem e viver mais 60 anos....
E queria que seus dias se encontrassem com os meus...
E queria então passar a gostar de filmes com finais felizes...

26 comentários:

Ingrith disse...

Amei o segundo texto. Acho que as diferenças que fazem o amor sobreviver. Que graça teria se todos gostassem das mesmas coisas?

Márcia(clarinha) disse...

As decisões acertadas marcaram as trilhas seguidas sem duvidas.
Tanto querer merece um final feliz, daqueles que nos fazem sair do cinema de olho inchado e vontade de ser a mocinha para sempre...
Aninha lindinha quero bolo, manda por Sedex, viu? Pode ser Petit Gateau com sorvete de maracujá, hummm, lembra que delicia?
dias lindos,flor
beijos

Carol Freitas disse...

Concordo demais, que as diferenças fazem o amor sobreviver.
E o texto 1 tá lindo demais.
beijo em tu, moça.

Jana disse...

Mas sabe que eu tb gosto de filmes sem finais felizes? Porque na nossa vida nem tudo acaba bem, parece mais real, menos ideal...

Beijos

DO disse...

Eu já não gosto de filmes sem final feliz.
Saio do cinema incomodado,como que "roubado" do meu dinheiro de ver que as coisas podem dar certo. Ainda que a realidade seja dura demais. Sempre!!

Beijos,ANA!!

Bárbara P. disse...

A seguda variação até arrepiou! Menina, você é danada mesmo.

Taísa disse...

Eu também gosto de filmes sem finais felizes. Finais felizes são clichê, e salvo raras vezes, irreais.

Sim, quando Baleia morreu em Vidas Secas fiquei muito mal também. O que acontece com esses escritores cruéis hein.

Thiago disse...

As diferenças até podem causar brigas, mas no fim das contas sempre serão divertidas. Além de poderem até render noites insones de conversas "cabeças", hehehe...

Solin disse...

rs
poxa, agora vc te álbum? que bacana. é vc ali?
Nossa sempre imaginamos o povo de outro jeito rs.
Quanto a mim? ainda to vagando em I.
Nossa, que fofo o II. Esses "querer" complicam um pouco a gente. Tudo o que se quer, no final, é viver feliz. E só.
Sbre os filmes: prefiro os finais realistas que os finais felizes. É ilusão demais p minha cabeça já cheia de ilusão.

bjo

Solin disse...

Vi o SEM dos finais agora OO

Ana D disse...

Bolo posso mandar, sorvete derrete ! rsrsrs....E lembro das delicias sim rsrs..Petit gateau huuuuuuuuuuuuuu...beijo Clarinha e feliz por vc lembrar de mim e do meu bolo rsrsrs...

BABI SOLER disse...

Os filmes com finais infelizes tem lá seus encantos...assim como os amores imperfeitos também...


beijo!

Valentim disse...

É uma expressão bem profunda e inexplicável. Muito bom. Beijos.

Carol disse...

respondendo o comentário:

HAHAHAHAHAHAHA
sim! =X

Jôka P. disse...

Ana, você é assim... meio deprê o é só impressão minha ?

Solin disse...

não, não, não. né nada de bolinhas e coisas verdes aahuahauhauah.
eu imaginava vc... cabelo grande, castanho, que usasse vestidinhos tipo trapézio com sapatilhas e uma bolsinha de lado. No hippie. Nem me pergunta pq... rs

bjo

Ana D disse...

hahah...JÕKA: eu sou deprê não, tenho um gosto meio cinza ( escritos, filmes, músicas), adoro coisa "noir"....Ahhh e também gosto de dias de chuva e frio...Maaaaaaasss, sou divertida e feliz com a vida e extremamente tagarela e adoro dar risada...Vai entender nè ?Sou divergente, mas num chego a ser bipolar kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk....
SOLIN: achei o máximo minha descrição segundo Solin...Seria algo meio puxando pra uma personagem daqueles filmes franceses existencialistas ? kkkkkkkkkkkkkkk To dizendo, é muito legal a imaginação e mais ainda, como a forma de escrever acaba fazendo da gente um personagem...Deprê/existencialista ? Adorei Jôka e Solin...Mas na verdade sou tagarela e básica kkkkkkkkkkk Abraço aos dois...

Márcia(clarinha) disse...

Já é dia 29, meu relógio marca 00:02 então:
PARABÉNS PRA VOCÊ NESSA DATA QUERIDA MUITAS FELICIDADES MUITOS ANOS DE VIDA, É BIG...É BIG!!
ANINHA, ANINHA, ANINHA D!
Tudo de bom minha querida,o bolo precisa mandar não, a gente vai comer juntinhas, ok? um dia...
beijos

Cin disse...

"eu te faria uma salada saudável de legumes coloridos
Pra você se alimentar bem e viver mais 60 anos...."
Achei fofa essa parte em especial, mas o texto todo é ótimo.

Bjinhos!

Débora. disse...

Filmes com finais felizes são comuns, estou cansada da ordem normal a tdos.

Amei o 2º texto.

Anne disse...

Aninha...não tenho conseguido comentar com tanta frequencia pq cortaram a mamata lá no trabalho e agora eu só posso ler, mas comentar não consigo...buáaaa
Mas, pra não perder a minha mais recente tradição de enxeeeer a parede da sua casa de selinhos, tem mais presentinhos pra vc no meu blog. Não sei pq, mas sempre lembro de vc...ahhhh, é pq adoro o seu blog =]
Pega lá qdo der, ok? Beijos e uma ótima semana!!!

Anônimo disse...

Amiga linda, me tira uma dúvida: teu niver foi ontem?
Bridget

Bárbara P. disse...

Ana, é impressão minha ou ontem foi seu níver?

Beijocas!

Janaina Staciarini disse...

Ai, amei... muito. Lindo demais, Ana D.

B. disse...

Que lindo isso... arrepiei aqui. Queria ser ela, aliás, queria dizer isso pra alguém um dia, exatamente assim. Não consigo escrever textos nesse estilo. Se tento os acho uma droga.
Cada um com seu dom, né?
Lindo demais.
(:

Beijo meu.

Patrícia disse...

Mto legal esse texto heim!
Parabens pelo blog... sempre que da do uma passadinha aki, pois adoro seus post!
Beijos